.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

segunda-feira, agosto 07, 2006

O mar

Passeio à beira do mar
Deixando-o tocar-me os pés...
Oiço-o cantar,
Chorar um pouco, talvez...

Sinto a brisa no corpo,
Fico atenta à melodia!
O mar está triste...
Precisa de um porto,
De um amigo,
De alegria!

Diz-me, cantando
Que conta comigo!
Canta, dizendo
Que quer um amigo!

O mar...
O vitorioso mar...
O virtuoso mar!
Assustador,
Devastador...
Mas sempre belo,
O mar...

O meu amigo mar!

1 comentário:

André Rodrigues disse...

não somos todos asssim ? :P parabens mais uma vez. Demora a alimentar mas quando o fazes serves um "pouco" que ao ler enche qualquer coracao. beijaoo e continua a abraçar a poesia e fico a espera de noticias tuas espero que esteja tudo bem