.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

quarta-feira, agosto 16, 2006

Enigma

Sim, este foi escrito por mim! É um dos meus "cartões de visita"... Espero que gostem!
Desenho-te...
Num sítio longínquo
No paraíso, talvez;
Desenho-te
E não sei quem és...

Imagino-te...
Aventureiro, a sorrir
Autêntico sonhador
Mas não consigo descobrir
Qual o teu sabor...

Oiço...
A tua canção.
Calculo cada passo teu
E com pincel na mão
Te desenho e crio
Mas não és meu...

Será que só existes em mim
E não te posso desenhar?
Não existirás, bem no fundo?
Corri o mundo!
E não sei que cara
Te dar...

E fico aqui...
Descodificando o teu ser,
A tua identidade
Até te conhecer
E perceber
Quem és,
Na realidade...

(Mas não tardes,
não me faças desesperar!
Preciso, para viver,
De te conseguir desenhar...)

4 comentários:

Jorge Ortolá disse...

Acredita que um dia encontrarás...

Pena que em Portugal não se aposte mais na poesia, não é ?

Beijos deste ribatejano

André Rodrigues disse...

tudo o que procuramos a resposta está dentro de nós simplesmente adorei, simples, sentido e perdido por entre o querer e o nao poder. beijos deste teu grande amigo (100 kilos de pura amizade :P)

André Rodrigues disse...

finalmente saiu esse bolo de chocolate poetico!! lol

Tiago Artilheiro disse...

oix! finalmente aqui tou! eu conheço isto de algum lado pah... cheguei a publicá-lo n'"O CORREIA"????
bem... és uma poetisa de alto gabarito! de resto algo que aqui o pessoal já sabia! continua :D

bjs