.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

domingo, julho 22, 2007

Baloiço dos sentires


Faço baloiçar o meu sentir…
Sinto-te longe e perto…
A distância e a proximidade afinal são irmãs e podem andar de mãos dadas…
E nós quase nem percebemos.
Faço-me baloiçar, juntamente com os meus desejos, pensamentos, sentimentos e sensações!
Sinto-te a baloiçar ao meu lado, tocando-me por vezes nos dedos das mãos…
Andas a uma velocidade estonteante, o que faz com que a proximidade seja cada vez mais veloz a distância cada vez mais evidente.
Mas tocas-me! E sorris!
Queres-me sem me quereres!
Ou sem me quereres, continuas a querer-me!
Ou talvez me queiras sem querer!
E eu?
Eu continuo com os meus desejos, pensamentos, sentimentos e sensações numa roda-viva…
Tento escolher a minha prioridade, entre o racional e o sentimental ou emocional…
Ou um meio-termo, se é que este poderá algum dia existir!
Baloiço-me com mais vigor mas nem assim te consigo superar…
Continuo a admirar-te! Continuo a querer alcançar-te!


Será que o problema é andarmos em baloiços diferentes?

1 comentário:

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Sabes que "quando quereos muito uma coisa todo o muno conspira para que este se torne realidade"? É uma frase de paulo coelho...
Pede muito, deseja.... o baloiço será um só!

=^.^=