.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

quarta-feira, maio 09, 2007

Mana, mais um sopro para ti!

Hoje apetece-me falar-te a ti!

Tudo isto não passa de um sopro de palavras que nem palpáveis são, bem sei, mas espero que te sirvam de aconchego, visto eu não poder sê-lo pessoalmente.
Sabes, parece que as coisas más teimam sempre em aparecer todas ao mesmo tempo e o pior é que nunca avisam.
A realidade é que nestas alturas nem cabeça temos para reparar no sem número de coisas boas que nos rodeiam; os conflitos e as confusões persistem em não nos deixar olhar para mais lado nenhum.
Mas existem motivos para sorrir!
Queres um exemplo muito pessoal?
Se eu estou dois dias sem falar contigo estranho e sinto saudades; parece que me falta qualquer coisa! Isto pode parecer muito mau mas, na verdade, é bom! Só porque tu estás presente na minha vida e nunca deixas que me esqueça disso!
Habituaste-me mal …lol…
Da mesma forma, existem, certamente, na tua vida pessoas, lugares e situações que te ensinaram que nunca estás só. Um exemplo são os meus sobrinhos lindos!
E se nada mais fizer sentido, agarra-te a eles como a um cais de pedra!
…e conta sempre ‘ca malta’…
Eu sei que falar é sempre muito fácil, mas eu defendo que nunca é tarde para sorrir e ser feliz…

Deixo uma frase para reflectir:
“O destino baralha as cartas mas somos nós que as jogamos!”

E o limite é o céu wwweeeeee!!

8 comentários:

jp disse...

hoje opto por um comment diferente do habitual!!

em primeiro lugar dirijo-me a ti, "mana da mari".
pelo que me apercebi as coisas boas nao abundam na tua vida nestes ultimos dias..
aproveito para te deixar aqui um conselho que um grande AMIGO me deu ha ja algum tempo, e desde entao tenho tentado segui-lo:

"faz das tuas fraquezas as tuas forças"..

por vezes penso nisso e acabo por levantar a cabeça sempre que alguem me rebaixa ou tenta rebaixar..

comigo resulta! ha que pensar que por muitos problemas com que sejamos confrontados ha sempre alguem que nos da força, que nos quer ver de cabeça erguida, alguem com que sabemos sempre poder contar.. vejo que a mari para ti é isso embora esteja "menos perto"!
pensa nisso!

em segundo lugar, mari, eu tambem sou assim.. sinto necessidade de comunicar com certas pessoas todos os dias.. quanto mais nao seja uma msg ou mesmo um toke de telemovel! as vezes este simples toke da-me força e alegria para continuar o dia seja ele dificil ou mais simples..

ha que olhar e seguir em frente.. mas por vezes precisamos que alguem nos ajude a encontrar o rumo a seguir.

"de costas voltadas
nao se ve o futuro,
nem o rumo da bala,
nem a falha no muro,
e alguem me gritava,
com voz de profeta,
que o caminho se faz,
entre o alvo e a seta..."



como ves hoje fui bem diferente.. espero que estas palavras possam ajudar!


beijos grandes
;)

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Que belo post!
É sempre bom termos alguem.. mesmo lá longe!

E o que diz jp a musica de abrunhosa é memo verdade!

=^.^=

SentidoS disse...

Olá!
Perfeita sintonia de palavras. perfeito sentir. Verdade o é, sonhar não tem limites. Um bom fim de semana.

Beijo Sentido

Dark Lady disse...

Limite? Qual limite? ;)

Bloody Kisses

Stranger à la carte disse...

Mana da Mari - É muito bom ter uma mana destas não é...?

Existem sempre motivos para sorrir!

"Tudo é encontrar alguma coisa. Mesmo perder é achar o estado de ter essa coisa perdida. Nada se perde; só se encontra qualquer coisa. Há no fundo deste poço, como na fábula, a Verdade. Sentir é buscar."

"O homem não sabe mais que os outros animais; sabe menos. Eles sabem o que precisam saber. Nós não."

FPessoa

"Segue o teu destino,
Rega as tuas plantas,
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra
De árvores alheias."

RReis

"O que há em mim é sobretudo cansaço

O que há em mim é sobretudo cansaço
Não disto nem daquilo,
Nem sequer de tudo ou de nada:
Cansaço assim mesmo, ele mesmo,
Cansaço.

A subtileza das sensações inúteis,
As paixões violentas por coisa nenhuma,
Os amores intensos por o suposto alguém.
Essas coisas todas -
Essas e o que faz falta nelas eternamente -;
Tudo isso faz um cansaço,
Este cansaço,
Cansaço.

Há sem dúvida quem ame o infinito,
Há sem dúvida quem deseje o impossível,
Há sem dúvida quem não queira nada -
Três tipos de idealistas, e eu nenhum deles:
Porque eu amo infinitamente o finito,
Porque eu desejo impossivelmente o possível,
Porque eu quero tudo, ou um pouco mais, se puder ser,
Ou até se não puder ser...

E o resultado?
Para eles a vida vivida ou sonhada,
Para eles o sonho sonhado ou vivido,
Para eles a média entre tudo e nada, isto é, isto...
Para mim só um grande, um profundo,
E, ah com que felicidade infecundo, cansaço,
Um supremíssimo cansaço.
Íssimo, íssimo. íssimo,
Cansaço..."

Álvaro de Campos

...disto isto, nada mais acrescento, pq sinto que não me compete!

Flor disse...

Mana

obrigada pelo teu post, esta semana tem sido realmente muito complicada. Ainda não tivemos oportunidade de falar mas tem sido uma semana muito difícil. Não só para mim, mas para os "cinco". Nem tem dado para vir aqui por isso só hoje estou a ler o que escreveste. Este fim de semana conto-te melhor o que se passa.

Bjs grandes e obrigada pela força, eu sei que mesmo estando longe estamos sempre perto, no coração e na mente.

Adoro-te minha linda

Mana da Mari disse...

JP

obrigada pelo teu comment. Nós somos duas manas inseparáveis e isso faz com que estejamos sempre juntas, por isso a presença é sempre constante e o apoio sente-se sempre mesmo estando longe. Eu sou a mana velha, mas não sentimos diferença em termos de idade porque tanto sou eu o ombro amigo como é ela o meu. O que interessa é que mesmo não falando todos os dias sentimos o que se passa uma com a outra.

bjs

Mana da Mari disse...

Stranger

é mesmo muito bom ter uma mana assim!!!

Sabes que nem sempre precisamos falar com as pessoas para perceber o que se passa e connosco isso acontece muitas vezes, pois há muito que aprendemos a ler nas entrelinhas uma da outra e sabemos o que acontece mesmo sem termos contado nada uma à outra.

Não sei será intuiçao, transmissão de pensamentos, ou outra coisa qualquer, só sei que sentimos o que se passa sempre uma com a outra.

Por isso a presença é constante mesmo sem nos falarmos.

Obrigada pelo teu comment e não sei que mais te diga pois também acho que não me compete.

Bjs