.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

sábado, janeiro 27, 2007

NÃO AO ABORTO!

Não!
Não me faças mal!!
Mamã por favor
Sou o teu filhinho...

Olha para mim
Vê como sou parecido contigo
Mamã estás a magoar-me!
Fica comigo!

Sou indefeso
Preciso de ti!
Não me faças mal!
Não!!!
Em mim já bate um coração!

Dóóóóiiiii!

Mamã está a doer!!!
Não me mandes embora!
Não me deites fora!
Deixa-me viver!!

Não tenho culpa do que fizeste
Não me mates, mãe querida!
Também tenho direito à vida!

Nããããooooo!!!



E desta forma fria e impiedosa os seres humanos ficam sujeitos a morrer ainda antes de terem nascido!
Fala-se em despenalização, mas uma leitura minimamente atenta do Acórdão número 627/2006, de 15 de Novembro, pelo Tribunal Constitucional mostra que o que se pretende é a legalização!
...nua e crua...
Apoiar a legalização do Aborto é ir contra um princípio fundamental consagrado no artigo 24º/1 da Constituição da República Portuguesa – o direito à vida, numa sociedade organizada como é a nossa; é invocar na nossa sociedade princípios de desculpabilização egoísta, cujas consequências serão sofridas por quem menos culpa tem.
Abortar significa privar outrem de nascer/viver.
Uma vida, quer seja ainda intra-uterina, quer não, não vai privar a mulher de exercer o seu próprio direito de personalidade! Esta apenas terá que adaptar a sua vida a uma nova vida que irá surgir! Uma vida que faz parte de si...
Por isso, no dia 11 de Fevereiro, eu voto NÃO AO ABORTO!

3 comentários:

k_batti disse...

hello! A Good News,google introduce a very user-friendly browser,Free download Quickly,Please visit my blog thank you

aFeiJaO disse...

Olá Mária, adorei e está muito bonito. Deixa-me partilhar este vídeo, do Sim e do Não ao aborto, talvez posso sensibilizar alguns indecisos…

http://www.hi5.com/friend/video/displayViewVideo.do?videoId=1601238&ownerId=71779935


Bjo António

Dark Lady disse...

Concordo plenamente contigo Mari. Se esta lei for aprovada vai ser como uma assinatura do óbito da nossa sociedade futura. Pode ser que dessa maneira passemos para os espanhóis...
Votem Não!

Bloody Kiss