.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

terça-feira, maio 11, 2010

Um café



E não é que começou mesmo?


Aquele café que estava difícil de se concretizar, que ela fez questão de pagar…
Ele era o mais improvável amigo que o A imaginava capaz de suscitar interesse nela.
E nada nessa noite indicava o contrário.
Ela teria 20 e ele 28 anos.
Foi o café…
                    um olhar ou outro…
                                                     uma troca quase inesperada de números de telemóvel, já no final.
Nada mais.
Estava certa, dizia ela, de não querer ninguém.
Depois veio um jantar…
                                          um beijo…
                                                             e outro…
                                                                             e o último que trocaram foi na manhã de hoje.
E os dias passaram a ter mais cor, uma nova textura, um novo sabor (mais doce, por sinal).
Hoje as certezas são outras e são comuns.
Ela tem 22 e ele 31 anos.


Este post não tem o propósito de comemorar nenhum aniversário, mas sim a vida.
Pequenos momentos, como este, que fazem a diferença.

E vocês aceitam um cafezinho?

14 comentários:

Melodia disse...

olá minha querida. eu aceito om todo o gosto... :) amo a vossa historia de amor. é linda e merecem viver mts aninhos juntos.. comemorem a vida todos os dias como se fossem o ultimo e reguem todos os dias esse amor lindo.

beijinhos enormes

adorote lindona.

ps: pra quando o cafezinho???? :P

beijocas

Pétala disse...

As melhores histórias de amor acontecem quando não são esperadas.

Beijos e pétalas.

L.M disse...

Dou-te os parabéns por celebrares a vida nos pequenos ou grandes momentos!!! :D Assim é que é! ;)

Beijoo

prafrente disse...

uau!!!Apetece-me dizer-te naquela linguagem dos adolescentes "bué de fixe!!!".
Agora se fosse eu enviava este post á marca Nicola e eles podiam pagar-te o resto das propinas até ao final da licenciatura!A publicidade custa caro!!!
Aceito o café, obrigado pelo convite...O amor é lindo; é o único sentimento que dá sentido á vida.Em troca do café ofereço-te algumas dicas; nós homens somos muito dificeis de entender;umas vezes estamos no pico do amor e outras refugiamo-nos na nossa "caverna" e aí vocês vão se assustar pensando que deixámos de vos amar...mas não é verdade...estamos apenas em hibernação....depois despertamos novamente plenos de amor.Claro que as mulheres também têm a sua dose de complexidade...por isso de diz que os homens são de Marte e as mulheres de Vénus...
Amar é um caminho que se constroi todos os dias,sem livro de instruções e onde nada é um dado adquirido, nada é definitivo, nada é eterno...Coragem, ousadia, mas também muita serenidade...
Leiria continua envolta por alguma chuva alternando com um sol envergonhado...mas está um tempo quente.
Académicamente estou pelos cabelos.Bolonha tem uma forte componente prática que temos dificuldade em encaixar no tempo útil de que dispomos.A nossa licenciatura envolve pesquisas e projectos dentro de prazos que é preciso cumprir.Práticamente não temos férias nem fins de semana.Cheguei a ponderar a hipótese de desistir por não aguentar o ritmo.Estamos jé em época de frequências embora as aulas ainda não tenham terminado.
A tua alegria é evidente e contagiante...adorei o teu entusiasmo....parabéns...

Beijinho

Rach disse...

ah, um café assim, com direito a amor eterno e felicidade suprema, até eu tomo (e nem gosto de café!!)

parabéns :)
obrigada pela visita!!
adorei o teu cantinho...sobretudo a escolha musical!

um beijo**

Miosótis disse...

Olá!!!
Adoro café!
E todos os prazeres que se podem usufruir dum simples acto de tomar um café....
O café matinal, o primeiríssimo, e que me acorda para mais um dia;
o café pós-refeição, que finaliza o prazer da mesa;
o café pretexto, aquele que se toma para estar com amigos, para conversar, para roubar uma fracção do tempo que já ninguém tem;
o café que é tudo menos café...pode ser o chá, pode ser o lanche, pode até ser uma bebida qualquer num barzinho nocturno, para olhar nos olhos, para aquele beijo que a boca anseia, para partilhar uma réstea de tempo com quem desejamos estar...
Enfim, o café simboliza prazer!
O nosso, minha querida, também está difícil de acontecer.
Mas a esperança, essa é sempre a última a morrer.

Parabéns pelo poste e por tudo o que ele represente para ti.
Parabéns pela simples mas belíssima ode à vida.
Parabéns a ti...a vós!
Viva a Vida!
Um beijo enorme.
Bem hajas!

Melodia disse...

olá minha querida... claro que preciso dos teus miminhos... mts mts... nem imaginas...
espero k estejas bem. so tnh a gradecer o teu carinho pra cmg... sem nos conhecermos de lado nenhum tens sido a pessoa que mostra o quanto sou espcial... e acredita k tem sido dificil ver isso... nas pessoas proximas e na pessoa k tu sabes... enfim... obrigada.
amei a musica. e adorote mt a ti.

beijinhoooooooooooooooooooooooooos mts e obrigada por tudo.

Miosótis disse...

Hummmm...
Que bom o teu abraço!
Outro enorme para ti, grande, enorme...
E um beijo do tamanho do mundo.
Até mais...

Miosótis disse...

Obrigada pela recomendação...
De facto não conheço, mas vou tentar conhecer.
Quanto ao resto... já nem eu sei o que sinto!
Acontece!
Mas sei o quanto me possas entender e sinto-o!
Obrigada!
Beijo

mikaejo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
prafrente disse...

Boa semana, bons êxitos nos estudos...e no amor também...

Beijinho

Ana Paula Faoth disse...

Olá...as vezes esqueço o qto é verdadeiro valorizar pequenos momentos, e hj, a navegar pela internet,descubro este blog c/ este post tão bonito pra ler...Abençoada internet que me conecta aqui do Paraná/Brasil á Portugal, e de presente me dá, palavras tão doces para ler. Já estou te seguindo...Parabéns por saber reconhecer a importancia de um cafézinho..rsrs...Gde abraço!

Priscilla disse...

Olá lá querida...
...navegando pelos blogs a fora deparei-me em teu blog e o mais incrível é que estou a tomar café... rsrsrsrs...
...por apenas friozinho gostoso na minha terra...
Adorei tuas escrituras...

Anónimo disse...

Há um rapaz de 28 anos com quem gostava de tomar um cafe assim...
P.S- tb tenho 20