.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

segunda-feira, outubro 12, 2009

Deixa

Deixa-me rir! Como se não houvesse amanhã, como se não houvesse mais hoje.

Até que as cordas vocais se soltem, até que o riso se expanda ao infinito.


Deixa-me rir! Sorrir não chega, cantar não chega, olhar, ver, observarnão chega!


Deixa-me rir! Até doer a barriga, até saltarem lágrimas dos olhos (as lágrimas todas), até os ossos se soltarem do resto do corpo (para fazerem a própria melodia).


Deixa-me rir! Constantemente. Impensadamente. Desalmadamente. Perdidamente!


Deixa-me rir! Ver em cada estrela um passo, como sempre. Ver em ti o caminho. Agora!


Ser. Sonhar. Sentir.


Deixa-me rir!

Rir!

Rir!

Rir!

Até que o meu GRITO enfurecido se solte de mim!

E chegue a ti!

.

Obrigado.

9 comentários:

Violeta disse...

ri muito minha linda... gargalhar ajuda imenso em tantas coisas..que sauddes tenho de me rir assim....

adoro a musica...calminha como tu


beijo grande

adoro-te mari

prafrente disse...

Ri, ri com intensidade e verdade. Ri para ti e para os outros...mas nunca dos outros.O riso liberta endorfinas que são "analgésicos" biológicos. O riso é contagiante, facilita a comunicação, quebra o gelo social, liberta o coração.E, na minha opinião pessoal, aquilo que torna uma mulher mais sensual é um sorriso autêntico...
Mas fujo a sete pés dos sorrisos amarelos, repletos de cinismo...

Quanto ao tramento informal estás completamente á vontade.
Ontem tive uma aula sobre "direito da familia e menores".

Leiria está debaixo de uma temperatura demasiado elevada para o meu gosto.A Câmara Municipal "fugiu" das mãos do PDS para o PS.
Enfim, o rio Lis continua poluido, os espaços verdes ainda não chegaram, o estádio Magalhães Pessoa continua ás moscas...fora disso está tudo bem...

Está na hora de ir para as aulas até ás 0h00.

Bom estudo e boa semana

beijinho

Antes Prefiro disse...

sabes aquela da relação entre o riso e as rugas?

um dia, a neta perguntou à avó porque tinha a cara tão marcada p'lo tempo, ao que a avó respondeu:

'tive uma vida feliz, ri tanto quanto pude, e cada ruga, cada sulco, é uma recordação que me aquece o coração'

vale ou não vale a pena rir? eu acho que sim!

Miosótis disse...

Olá minha linda!
As tuas ausências são sempre perdoadas quando bebo cada palavrinha que me deixas...fazem bem à alma desde há tanto tempo a esta parte.
Já nem consigo encontrar a ponta do novelo, mas pouco importa.
O que é realmente importante é constatar que o fio de linha que nos une é resistente e forte, sem se deixar roer pelas "traças" da vida.
E como eu gostaria de rir contigo!
Como tu!
Até a barriga doer...até os ossos se soltarem...impensadamente...
Um dia....
Até lá, vou deixando beijos sorridentes, espalhados no teu vento

PS: O canudo já está na mão?
Quando posso marcar uma consulta?!

prafrente disse...

Hoje preciso de rir,por uma questão de sobrevivência psicológica.Porque ás vezes o coração tem razões que a razão desconhece.
Ontem a minha dentista ofereceu-me umas amostras com um gel contra a sensibilidade dentária.Meio a brincar meio a sério, perguntei-lhe se não havia em tamanho XXL, para colocar no coração...

Bom estudo.

Beijinho de Leiria

Nuno G. disse...

... mais um excelente texto!!!!

(www.minha-gaveta.blogspot.com)

prafrente disse...

Bom fim de semana.

Beijinho destas terras do Lis.

prafrente disse...

Então a advocacia já não deixa espaço para soltar a imaginação literária? Dura lex sed lex...

Bom estudo

Beijinho de Leiria

prafrente disse...

Vá lá...manda as leis á fava, apenas por uns instantes, e solta mais umas gargalhadas contagiantes para que o mundo á tua volta sinta que vale a pena viver.
Eu ando mesmo a precisar de rir...para que o coração não desista de lutar...

Bons estudos

Beijinho de Leiria