.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

sexta-feira, maio 02, 2008

Pequena pausa...


Olá a todos! Companheiros de bordo, sopradores natos de palavras, pensamentos, sentimentos e sensações que tão bem enfeitam e fortalecem o meu castelo!
Não sei se já repararam, mas ando muito distante.
Os trabalhos para apresentar e entregar crescem a olhos vistos e, se até agora o tempo tem sido tão escasso, de agora em diante, com o início dos exames, vai mesmo deixar de existir, dado que as aulas decorrem em simultâneo.
A ajudar, estou mais uma vez a mudar de casa.
Tenho andado a mil.
Tem sido uma corrida contra tempo e quase nem dá para respirar fundo.
Optei por uma pequena (mas muito sentida e difícil) pausa.
Espero que seja tão breve como meio pestanejar ou um terço de suspiro.



E sem a lagriminha no olho (porque odeio chorar) digo a todos até já!
Muitos beijos e abraços,
mari crrrrruuuu...

8 comentários:

Dominique Ventura disse...

A brevidade de um meio pestanejar ou um terço de suspiro não suporta a ausência de palavras... Muito menos das tuas, menina do cais, que me tens alimentado com a simplicidade de quem quase tem medo do tão bem que sabe fazer.

Fico com a tristeza dum completo suspiro do lado de lá de fora das minhas pálpebras.

Do lado de cá de dentro, rezo contrito para que todos os teus trabalhos sejam penhor da tua certeza no futuro e luta por um mundo mais justo.

Mesmo sem te conhecer, é isto que as tuas palavras me fazem sentir...

Boa sorte...

...beijo silêncio...

Dias disse...

Oi Mari

Não vale a pena dissertar sobre bons e excelentes momentos que me ofereces-te, nem sobre o vazio que do virtual me deixarás também um pouco no real. O que vale a pena é desejar-te um imenso até já ou até sempre, e pedir-te que se até já for me avises quando por aqui estiveres.

Um abraço muito grande miuda, muitissimo agradecido por todos estes dias.

Fica MUITO bem

Joanne disse...

Até já Maria...Nunca deixes de escrever, pode não ser directamente para nós, universo blogspot, mas para o mundo.

Bia disse...

Que esta 'pausa', meu anjo, seja breve, pois fazes falta nesse mundo blogueiro. Que teus projetos e sonhos estejam sempre de acordo com os planos do Pai para ti, e que Ele derrame preciosas bênçãos pelo teu caminhar longe de nós, para que, quando voltares, possas nos trazer as mais belas estrelas espalhadas nos teus textos tão preciosos.

Ficam sorrisos para te acompanhar na caminhada, pétalas enfeitando teu percurso, e um beijo do meu para o teu coração, com carinho.

pin gente disse...

concentra-te no importante (dirás que tudo é). que corra tudo bem e até já
beijo

delusions disse...

até ao teu regresso!!!*

Anónimo disse...

ola ola

nunca digo desta agua nao beberei..

por isso volto e re volto..
posso demorar algum tempo no regresso mas apareço sempre onde me sinto bem!

aqui, no teu castelo, relembro um passado nao muito distante e penso num futuro que se aproxima a passos largos, abstraindo-me completamente do presente na maior parte das vezes!

alguem disse um dia que recordar é viver!

recordo como se fosse hoje a primeira vez que entrei nas palavras deste castelo, palavras essas que me prenderam durante muito tempo e que ainda hoje me fazem voltar a visita-lo e a marcar a minha "estada"!

sao palavras doces, sentimentais, que me vao fazendo lembrar bons momentos que passamos, outros que poderiamos ter passado, e tambem aqueles que podiamos ter evitado passar..

é nestas alturas que largo um suspiro amargo, um desejo de voltar atras e fazer o que devia e podia ter sido feito.
é nestas alturas que vejo como a vida é curta e deve ser aproveitada ao maximo em momentos bons.

nunca sabemos como vai ser o amanha.
nunca sabemos o que a vida nos reserva.

sabemos sim, e recordamos, o que foi o nosso passado.

por vezes, no presente nao reconhecemos o valor de uma ou outra pessoa.
por vezes no presente nao sabemos dar a devida atençao aos sinais que nos tramitem.
por vezes o futuro traz-nos confissoes de um passado que gostariamos ter vivido e estar a viver.

nunca é tarde para desabafar. nunca é tarde para dizer o que queriamos e o que deviamos.

nao sabemos como vai ser o futuro.

sera que guarda mais surpresas??

nao deixes de postar.
nao deixes que este castelo fique como muitos, que portugal tem, e que quando os visitamos nos cresce uma dor imensa no coraçao.

espero por ti, aqui... entre versos e prosas, desejos e confissoes..

voltarei sempre onde sou feliz.
nao sei bem para fazer o quê!

mas nunca digo desta agua nao beberei!!


beijos
;)
jp

Dias disse...

OFF TOPIC

Muitissimo obrigada pelo mega coment que me deixas-te, és incrivel miuda...

Abraço grande e forte