.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

domingo, novembro 25, 2007


A cada passo dado tenho mais a certeza de não querer voltar para trás.
Já passou tanto tempo e eu ainda aqui estou…
E tu também continuas cá!
És tu o meu caminho, é a ti que quero percorrer.
Conhecer cada milímetro teu como se de uma ilha abundante em aromas suaves e pedras preciosas se tratasse.
O tesouro? Esse quero guardar só para mim (um dia digo-te ao ouvido).


Não quero saber das más-línguas nem dos maus olhares nem de nada que nos transcenda.
Quero-te a ti com todas as características da embalagem.
Agora percebo que não somos um só.
Ainda bem!
Somos dois, eu e tu, e completamo-nos lindamente.
O t substitui o e, o e substitui o t e assim eu posso ser tu e tu podes ser eu.
Acrescentando um a e um m, como prefiro sempre, eu posso ser tua e tu podes ser meu.

…sempre que quisermos!

5 comentários:

Ricardo Filipe disse...

pois mais um texto de por a cabeça a funcionar... que giro.. lol... bj continua...

Dias disse...

Genial :)

Divido o post em duas partes:
Uma lindissima na entrega, reconhecimento e confirmação de um sentir.
E uma segunda onde me delicias-te com o teu jogar dos caracteres sentidos feitos e desfeitos.

Adorei.

Beijo

tufa tau disse...

e é tão bom dizer e ouvir ao ouvido...

Visão Caleidoscópica disse...

Olá...olá!
Seja bem reaparecida!
E como vão as aulitas?
Espero que tudo esteja a correr-te como desejas. Afinal, estamos quase no Natal...porque não pedes ao Pai Natal o tal "Kanudo"?
Assim ficavas já despachadita! :))
Bem, quanto a este post, nem sei se te diga se te conte...
Voltaste com a força toda, amiga!
Está simplesmente genial!
Uma confirmação de sentires e de quereres...de certezas.
Depois brincas com as palavras, num jogo de letrinhas preciosas para unirem um único sentir.
Por fim, a entrega...sempre que queiram!
Lindo!!!
Deixo-te um beijo soprado na brisa que passa.
Até mais...

João disse...

Olá!
Que bonito a isso chama-se Amor!Venho cá ao teu blogue mais vezes de certeza...
Cumps