.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

quinta-feira, abril 05, 2007


Não confundas o amor com o delírio da posse, que acarreta os piores sofrimentos.
Porque, contrariamente à opinião comum, o amor não faz sofrer.
O instinto de propriedade, que é o contrário do amor, esse é que faz sofrer.
(...)
O amor verdadeiro começa lá onde não se espera mais nada em troca.”

(Antoine de Saint-Exupéry, in 'Cidadela')

A realidade é que...
...“Temos horror às situações cujo controlo não está nas nossas mãos. A verdade, porém, é esta: as situações que realmente nos fazem crescer são precisamente aquelas que não comandamos.”

(Jacques Philippe)



O amor, tal como o mar, não se deixa controlar!

Daí o facto de ser tão temido e tão destemido.
Cá para mim tem que ser algo lindo, belíssimo e cheio de sentido!

Se não fosse assim, não merecia a pena que lutássemos por ele...


...e..... PUFF! Mais um sopro lançado...

1 comentário:

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Gostei da segunda frase.. aprimeira também mas já a conhecia...

O amor na sua grande amioria é deveras complicado.. ui se é...~

:) Boa continuação e desculpa a invasão!

.. =^.^= ...