.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

segunda-feira, novembro 20, 2006

Desvarios de um acordar tranquilo...


Chego suavemente para não perturbar o teu sono...
Tranquila, aprecio-te no estado de alma mais puro...
Passo-te a mão pelo cabelo, pelo rosto...
Tu sorris!
Sem saberes, sabes que estou aí...
Por sorrires, sinto-me tão feliz!
Sei que também estás feliz!!
E regresso...
Deixei-te um beijinho para confirmares a visita...
Encontraste-o??

2 comentários:

Dark Lady disse...

Olha adorei o final do poema para além dele no seu todo ;)

bloody kisses

Stranger à la carte disse...

...sera´ que mesmo chegando suavemente nao perturbas na mesma medida...?!? Qd o corpo e a alma esperam alguem, mesmo ao deixar "apenas" um beijo, nao partes sem a certeza que todos os teus passos foram sentidos

...dai o sorriso