.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

segunda-feira, julho 27, 2009

(foto original nossa)

Sabes que salvas sempre os meus dias?

Reparo na barreira ténue entre o perfeito e o imperfeito.
Basta um clic!
E cruzo os dedos e peço a todas fadas para que o primeiro volte depressa.

A lua, ainda visível, sorri-me.
Guarda em segredo os momentos nossos.
E aos poucos torna-se invisível, para permitir a saudade.
Eu?
Estou sentada no parapeito da janela deste espaço já tão nosso.
Se me atirar daqui, creio conseguir flutuar, tão leve que estou...

Porque me tens!
E és tão bonitinho =)

10 comentários:

Pretty Flower disse...

Adorei o poema 8)

bj*

Violeta disse...

que lindo...

tao fofinho e apiaxonate...trasnpira amor



beijinho mári =D

gosto de ti


neia

Ana Sofia Alves disse...

Já não vinha aqui há algum tempo, reparei que fizeste anos e por isso os meus parabéns (ainda que atrasados) =)
As palavras são lindas, nota-se felicidade e carinho.
Beijinhos

Anónimo disse...

Ola ola

ha algum tempo que n te via..
continuas !optima!

beijo

Dias disse...

Tão fiiiiiiiiiiiiixe !!

Vocês, os teus verbos vossos, e o teu rosto que pela primeira vez nos apresentas :)

Beijo salgado

quanto pesa o vento? disse...

o amor é assim.
felicidades.
boas escritas.

Ri... disse...

Sabe bem ler o amor!!!!
Beijos e Risos... ;) com calor e férias à mistura!!!

Anónimo disse...

Tenho saudades! :(

beijo grande

Violeta disse...

obrigada mari...

foi entregue e bem apertado..
obrigada de coração..eu sei que sim..mas custou muito..

OBRIGADA

adr-t

beijo solto

Violeta disse...

pois é o caso linda.. ela vai pra fora uma semana em trabalho e estou triste, clar que nao aconteceu o que escrevi...mas era de minha vontade ir despedir-me dela ao aeroporto... mas a vida nao faz desses milagres :P .

obrigada

beijinhos grande

também te adoro