.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

quinta-feira, fevereiro 07, 2008

A vida inspira-me!


Sentada sobre algumas meias dúzias de grãos de areia de uma qualquer praia do litoral português, observo o mar e deixo que o primeiro sol de 2008 me inspire.
De pernas cruzadas e com a folha virtual sob as minhas mãos, fecho os olhos e deixo que os sentidos conduzam os meus dedos.

Sinto o cheiro do mar, a força das ondas e a energia do sol.
Num ápice de um abrir e fechar de olhos, observo os viajantes que por mim passam.
Novelos de histórias, metros e metros de novas ideias, invadem a orbe do meu ser.
Assim viajo um pouco mais.
Dou a volta ao nosso planeta e a centenas de outros novos mundos.
Atravesso milhares de outras histórias, tão diferentes das minhas, tão melhores e tão piores.
Tão únicas.



Hoje não quero saber se escrevo bom português ou se apenas agrado a uma pequena porção de “gatos-pingados”.
Nem queria, sequer, escrever.
Mas existem situações que perdem o encanto, quando controladas.

Por isso, deixo os meus dedos saltarem de tecla em tecla, como fazem os insectos nos areais do deserto para não queimarem as patinhas.
O resultado poderá não ser o melhor mas será, para mim, certamente positivo.


Não quero, hoje, saber se escrevo bom português.
Quero apenas viajar por sonhos, captar energias – que até poderão existir em mim.
Quero inspirar-me no sol, na areia, no mar e em alguns olhares e sorrisos com que me deparo.
...simplesmente sentir...

A vida inspira-me!

7 comentários:

Guigas* disse...

as palavras são o que são: unicamente palavras. soltas, presas, livres ou agarradas a nós, são elas que nos fazem ser, querer e pensar; sonhar, talvez.

dou por mim com o mesmo sentimento que tu: escrevo porque escrevo. navego na ilha das palavras, que é o meu mundo, ou talvez não.

agarro-me a estrelas, conheço cometas, vivo histórias de luas e sóis. Mas VIVO. e descubro. e inauguro todos os dias novas páginas de um livro que é meu, e só eu nele posso escrever. Mas, queres dar uma ajudinha!?

"a vida inspira-me" , ispira-me tu também.

delusions disse...

gosto dessa escrita assim...
livre como o vento...



Bjinho*

Joanne disse...

Há momentos que merecem ser condenados nas palavras. para que não seja só uma imagem mental. mas um texto pictorico também.

Tiago Borga disse...

A Vida Inpira-me quando...

Estou contigo!
Com os meus amigos;
A minha Familia;
Estou a chorar e a rir;
Acordo todos os dias a pensar o que vai ser o dia de hoje e o de amanhã...

A vida é assim e nada mais....
Constituida pelas pequenas coisas, que nos fazem sonhar em grande altitude. Sentindo que à nossa volta somos apenas um "Grãozinho de uma Praia Maior"

Bjinho

Dias disse...

Mas que grande post miuda, adorei!
Gosto-te assim, deixada ir.
Beijo

Bia disse...

Minha doce Mari: após um conturbado período, estou de volta, visitanto os amigos queridos, assim como você, e apreciando estes textos escritos no calor da emoção, com os sentimentos aflorados, fazendo com que cada palavra, cada verso, chegue ao coração de quem lê, de uma forma delicada e pura, deixando no olhar aquele brilho onde as emoções se colocam... Você tem o dom de nos encantar, amiga querida, com mensagens tão verdadeiras.

Grata pelas palavras de carinho deixadas no meu espaço durante minha ausência. Elas, assim como outras, deixaram um rastro de luz que me fizeram voltar a esse convívio tão gostoso com amigos, cujas almas se entrelaçam com as nossas de forma tão bonita.

Fica o sorriso de um anjo azul e um carinhoso beijo no seu coração, meu anjo, com meu carinho.

tufa tau disse...

e há alguma coisa melhor para te inspirar?
salta de tecla em tecla... todos entenderemos as tuas palavras

beijo