.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

sábado, janeiro 19, 2008

Oh, chama-se vida!


As rasteiras da vida tornam-nos pessoas melhores.
Fazem-nos encarar o mundo de outra forma, porque passamos a vê-lo precisamente de outra perspectiva:
-juntinho ao chão, para apreciarmos melhor a sua grandiosidade e tomarmos consciência da nossa exiguidade.
Nunca estamos preparados para novas situações.
E eu não sou excepção!
Mas vou dar este passo.
Apenas porque me apetece!
Um novo final e um novo começo.
Sim, novos, porque todos os anteriores foram iguais.
O passo? Não será maior do que a perna, e se for dou um salto.
Porque, felizmente, posso ser quem quiser. E saltar e correr. Dançar num palco mágico e subir ao céu.
E, se cair, será o chão o porto onde me agarro para não ser levada pelas ventanias do destino.
Um passo atrás poderá ser dado mas prefiro sempre evitá-lo.
Corajosa ou despreocupada? Não importa.


O importante?
Oh, chama-se Vida!

4 comentários:

Dias disse...

Muito "boa onda" miuda, adorei ler-te.
Seja em que direcção for (por mim até podes dar 2 passos atrás), desde que caminhes continuo a virtualmente adorar a tua caminhada e a forma como a narras.

Abraço grande

João Lambelho disse...

Como eu percebo o que aqui deixaste escrito... "juntinho ao chão, para apreciarmos melhor a sua grandiosidade" (...) "nunca estamos preparados para novas situações" (...) Bem verdade.

Visão Caleidoscópica disse...

Pois é amiga, há que reparar em tudo o que a vida nos oferta, por mais insignificante que seja.
E ela é de facto para VIVER e SER VIVIDA!!!
Bons princípios...
Bons caminhos....
Os passos?
Para a frente, para trás, de lado, descalços, de chinelos ou salto alto....
Pouco importa!
São passos!
São a tua maneira de calcorreares o caminho da vida!
Beijo.
Até mais....

Joanne disse...

adorei! viver a vida!
sempre!