.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

sexta-feira, janeiro 11, 2008

A boneca de porcelana


É a boneca mais linda que já vi – comentava quem passava.
Todos a olhavam com espanto, com encanto.
Na loja das porcelanas, fazia da montra a mais bonita lá do sítio.
Nem o dono a queria vender com medo de perder clientela.
E as cópias nunca eram iguaizinhas. Era perfeita aquela.

Um dia quebrou.

11 comentários:

Dias disse...

Como todas...

Beijo inteiro.

Joanne disse...

Um dia todas as meninas deixam de ser bonecas por fora, um dia qualquer coisa estala nelas vagarosamente independentemente da violencia das vidas. Até as mais belas tem um defeito.

vsuzano disse...

tudo parte...tudo se transforma em qualquer outra coisa...andamos é sempre a tentar pensar que somos eternos... heheheh

bom fim de semana

Anónimo disse...

ola ola

a historia da bonecada.. lol
ficou por esclarecer quem a quebrou e o que lhe aconteceu depois, pois ela estava la toda apenas perdeu a forma..

ehehe

beijo
jp

Anónimo disse...

ola ola

a historia da bonecada.. lol
ficou por esclarecer quem a quebrou e o que lhe aconteceu depois, pois ela estava la toda apenas perdeu a forma..

ehehe

beijo
jp

AfEiJaO disse...

Todos nós temos um bocado de "boneca de porcelana".. por vezes é fácilmente quebrado e depois é tarde demais para recuperar.
Será que ela queria ficar para sempre na montra? Escrava da perfeição?

pin gente disse...

para que se possa dizer... não há bela sem senão!

abraço
luísa

mari crrrrruuuu... disse...

JP
Que saudades! Que saudades mesmo!! O que lhe aconteceu depois não sei, esqueci-me de perguntar :) e essa tua parte final relativa a ter perdido a forma, não sei porquê, fez-me sorrir!
Obrigado pelo "regresso".
Bjinho*

Anónimo disse...

ola ola,

desculpa se nao tenho acompanhado tanto a evoluçao do teu bloge se ja algum tempo nao tenho dito nada.. aproveito para te agradecer tambem o facto de teres aceite e compreendido o meu pedido..

mas, sempre que posso, sempre que arranjo um tempinho ca volto eu, ao lugar onde as palavras sao sempre bem tratadas e onde elas sao "sopradas" para que todos as possam sentir.. ao teu blog, a este castelo de palavras ao vento que ja conseguiu um lugar de destaque nos "habitos" de muitos "amantes" desta arte.


;)

deixaste-me muiuto feliz ao saber que saudades minhas palpitam no teu coração. é sempre bom saber e sentir que somos de certa forma importantes para "uma mao cheia de pessoas". fico feliz por ter conseguido entrar nesse teu mundo tao restrito e por apenas de la ter saido fisicamente! obrigado!!

hei-de voltar! nao se sabe quando nem porque.. mas fica a promessa!!
vou cumprir.. :)

ate la, peço-te para nao deixares de sobrar.. eu sinto essa brisa.. as palavras chegam ca..

;)
beijo
jp

mari crrrrruuuu... disse...

JP
Disseste muitas coisas neste teu desabafo. Vou tentar responder a todas e se faltar alguma coisa, por favor, avisa.
Começo por te dizer que sim, aceitei o teu pedido, embora fique triste porque ter amigos e conversar com eles é uma necessidade humana e não um crime.
Mas como tua amiga que sou, fica a saber que te apoio, se esse for o caminho que te faz feliz.

Neste castelo serás sempre benvindo, e espero que o facto de teres saido fisicamente do meu mundo não dure muito tempo, porque as saudades também batem cá dentro.

Por último, tenho que agradecer a forma como guardas estas palavras que sopro... Prometo que, se algum dia me passar pela cabeça deixar de escrever, vou lembrar-me do que li neste teu comentário.
É bom saber que contribuo para que os meus amigos sorriam, mesmo à distância, e que consigo ser a almofada onde deixam cair algumas lágrimas quando os olhos não as conseguem segurar.

Peço-te também para não deixares de me ler. Os teus sopros são importantes para mim.

Deixo-te um bjinho virtual e um enorme obrigado!

Flor disse...

Olá minha princesa,cá stou eu de volta. Não é que não passe por cá, que isso eu não consigo deixar de fazer, mas porque nem sempre o tempo e as ocasiões são propícias a escrever algumas palavras e tu sabes bem como as coisas têm sido difíceis. Tenho tantas saudades tuas... Este fim-de-semana sem ti foi terrível. Espero que no próximo possamos pôr a conversa em dia. Estou a precisar. Se tiveres um tempinho para mim esta semana avisa. A vida começa agora a sorrir e tu fazes-me muita falta.
Diz qualquer coisa. Já tenho messenger.


Adoro-te

Mil beijos da mana