.



"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é so um dia mais."
José Saramago

quarta-feira, março 04, 2009

A menina descalça

Ia calçada.

Aquela menina com um coração pequenino.


Com alguma frieza até.


Andou quilómetros. Sempre calçada.


A uma determinada altura tirou os sapatos…




...e percebeu que é sensível.

14 comentários:

quanto pesa o vento? disse...

esta é dificil!
abraço.

Ri... disse...

Apenas para te deixar um beijo de bom dia, boa semana, bom tudo!!!

Muitos beijos e muitos RIsos!!!!

Anónimo disse...

ola ola

decerto que a mesma menina que se descalçou não é só sensivel no que respeita à dor fisica..
decerto que a sensibilidade emocional é muito maior!!

conheço alguem assim!

:)

beijo

Miosótis disse...

Olá!
Passei para matar saudades...
Para ver se as tuas palavras continuam sopradas pelo vento...
Possivelmente já nem recordação me resta em ti, quem sabe?!
Mesmo que seja assim, é sempre bom reler-te....nem que seja em forma de hieroglifos :)

Beijos
Até sempre

PS: Ah...esqueci-me de dizer que sou apenas uma visão no caleidoscópio da vida!

mari (a)penas... disse...

Não sei o que se passou, as letras transformaram-se em símbolos... Não foi culpa minha, peço desculpa a quem tentou ler e não percebeu nada.

Quanto pesa o vento? » As dificuldades fazem parte da vida :p

Ri » Agradeço e retribuo. A tua forma simples de escrever faz-me bem!

JP » Eis a beleza do nosso português e da escrita em geral... É por isso que é uma arte :)

Miosótis » Minha querida, é claro que me lembro de ti!! Saudades! Tenho ido ao Caleidoscópio mas nunca dá. Na primeira vez que reparei fiquei tão triste que fechei a net nesse momento. És-me especial, sabias? Vou estando pela net, e assim volto a ter "coragem" de pegar contigo :)

Beijinho

Miosótis disse...

Olá de novo!
Que bom saber que algo ficou de mim, faz bem ao ego!:))
Os teus bons ventos andam sempre num perpétuo leva-e-traz de mimos soprados...e a menina, descalça ou calçada, sempre se manteve sensível. É um facto assumido!
Quanto ao Caleidoscópio, esquece-o!
Está desmenbrado, desfigurado de todo, por um processo de litígio com o meu ser. Consegui importar grande parte do que por lá se foi passando, para aqui, o "blog-mãe" de há alguns anos, do qual me afastei por uma temporada, mas que agora volto, qual filha pródiga.
O tempo é escasso, e cheguei à conclusão que de nada serve andar a deixar pedacinhos de mim por este mundo internautico, armada em heterónima de mim mesma...Eu, apenas!

Beijos enormes em ti.
E já sabes que podes sempre virar os teus vendavais para este "novo" ponto cardeal.:)

PS: Esse curso já está acabado?

Anónimo disse...

ola ola

uma arte que tu sempre dominaste!

continuas de parabéns!!
eu continuo a visitar-te, aqui, onde tratas de forma tão simples e cuidada as palavras que tanto aprecio!


;)
Beijo

Anónimo disse...

ola ola

querida mari..
tnho passado por aqui e o teu castelo de palavras esta parado!!

espero que esteja tudo bem contigo!

beijo
;)

mari (a)penas... disse...

É preciso é calma :p

Miosótis disse...

Olá!
Passei para te deixar um beijo.
Ainda bem que gostaste do outro...
do provocante/provocador :)
É bom ousar!
Faz-me bem....despejo de uns quantos recalcamentos inúteis!
Bom fim de semana
Até sempre

Agente 000 à Esquerda disse...

Obviamente que não te vou chamar nomes... És muito bem vinda calçada ou descalça!
Obrigada pela visita...
Tu "escreves bonito" vou voltar mais vezes.

mari (a)penas... disse...

Agente 000 à Esquerda
Obrigada! Fico feliz! Só não consigo entrar no teu blog...
Ah, e volta mais vezes sim! Vais ser bem tratada :)

Beijo

Anónimo disse...

ola ola

calma?!
lol

ca te espero!!

beijo
;)

Pétala disse...

A uma certa altura da vida, todos tiramos os sapatos, e é a melhor sensação do mundo. Mesmo que sejam feitas de pedras o chão, nós sentimos. E pronto.

Beijos e pétalas.